Epílogo de Coisa Alguma

on domingo, 11 de julho de 2010
Inventa perder e querer receber
O que você jogou fora
Volta querendo de volta as coisas
Que eu não tenho agora.

Me faz procurar e quando eu achar
Você ignora
Só peço que como me vê aqui dentro
Demonstre lá fora.

Eu me canso de tudo tão rapido
Quanto leva para ter um surto de identidade
E enquanto você decide qual é a verdade
Vou descançar pois cansei de cansar
De tudo que não é novidade.

1 comentários:

Postar um comentário