Partitura Do Silêncio

on segunda-feira, 16 de agosto de 2010
Duas estrelas cadentes, carentes
se encontram na imensidão
Sempre viajaram sozinhas
Porque agora não poderiam realizar seus proprios desejos?

Duas almas com assuntos pendentes
Carregadas de solidão
Nunca sentiram o prazer e a alegria
E em cada universo vazio só via o assombro dos medos.

Tudo que não se explica e mesmo assim se sente
A cabeça pergunta, mas o peito mente
por egoísmo, sim!

1 comentários:

UnderlineRod disse...

você escreve de mais, ce sabe né? *-*'

Postar um comentário